heidelberg

HEIDELBERG

Seja a cidade histórica ou o castelo, a cada passo nos deparamos com a história. A cidade com a mais antiga universidade da Alemanha (fundada em 1386) olha para uma história de mais de 800 anos. Nesse tempo, a cidade atraiu poetas como Goethe, Eichendorff e Mark Twain, artistas conhecidos como Turner, Fohr e Trübner deixaramse inspirar pelas suas impressões coloridas, e compositores como Brahms, Schumann ou Carl Maria Weber converteram em música os acordes formados pela paisagem fluvial, pela cidade histórica e pelo castelo.


Além de sua faceta cultural e histórica, a Heidelberg de hoje é também uma cidade da economia e ciência. Empresas alemãs e estrangeiras como a IBM, ABB, Heidelberger Druckmaschinen ou a empresa européia de telecomunicações Eurescom demonstram a importância da cidade.
Heidelberg é considerada o centro da pesquisa biotecnológica e pioneira nas tecnologias da informação e estratégias para o meioambiente. Ela é sede da Academia de Ciências, da Escola Superior de Estudos Judaicos, do Centro Alemão de Pesquisa do Câncer e ainda conta com 5 institutos Max-Planck.
P1010499

 

Heidelberg tem hoje aproximadamente 150 mil habitantes e 20 mil estudantes, o que faz da cidade uma das cidades "mais jovens" na Alemanha.

À noite, um dos muitos barzinhos e cafés na Hauptstrasse e nas suas redondezas serve de ponto de encontro. Com 1,7 km de extensão ela é considerada uma das zonas de pedestres mais longas da Europa. Nela também se encontra uma cozinha internacional, com especialidades típicas da cozinha chinesa, indiana, assim como pratos europeus e sul-americanos.


„Heidelberg tem em sua situação e com seus arredores algo ideais“
J.W. von Goethe